terça-feira, 11 de maio de 2010

Manifestação homofóbica causa cancelamento do Cierque de Soleil em Porto Alegre

Cerca de 20 porto alegrenses vaiaram malabarista em função de uma tatuagem em seu braço O diretor executivo do cirque de Soleil John Mayer decidiu cancelar os espetáculos na capital gaúcha, que ocorreriam no Barra Shopping Sul, em função da queda do malabarista Fernando Antunes, proporcionada por uma manifestação homofóbica da platéia. Segundo o diretor executivo o acrobata sofreu o acidente devido às vaias de um grupo de cerca de 20 pessoas. Os manifestantes insultaram o malabarista por causa da tatuagem com a figura de arco ires que ele possui no braço. O arco iris é o símbolo oficial dos homossexuais. Após esse episódio preconceituoso, o principal artista do espetáculo, Fernando Antunes desconcentrou-se, sofreu uma queda e acabou quebrando dois braços, apesar das lesões físicas o aspecto emocional foi o principal motivo do cancelamento dos shows na capital gaúcha. “O malabarista foi agredido verbalmente e está muito abalado. Não há como continuar o espetáculo sem o nosso principal acrobata.” ressalta o diretor. Os brasileiros da equipe traduziram os insultos advindos da platéia e todos os artistas ficaram abalados devido às agressões. Segundo o diretor do cirque de Soleil, além das vaias houve problemas também com o alojamento e com o comprometimento dos patrocinadores em relação aos circenses. Apesar das manifestações Mayer acredita que este foi um fato isolado, e espera voltar à Porto Alegre dentro de dois a três anos. O diretor ressalta ainda: “Todas as pessoas que compraram ingressos para os próximos espetáculos serão ressarcidas.” Bruna Geremias e Taffarel Marinho
video

Nenhum comentário: